Microcontrolador Texas Instruments

Os Microcontrolador Texas Instruments de ultra-baixa potência TI MSP430 ™ é constituída por vários dispositivos com conjuntos de periféricos orientados para uma variedade de aplicações. A arquitetura, combinada com amplos modos de baixa potência, é otimizada para alcançar a vida útil prolongada da bateria em aplicações de medição portáteis. O microcontrolador possui uma poderosa CPU RISC de 16 bits, registradores de 16 bits e geradores constantes que contribuem para a máxima eficiência de código. O oscilador com controle digital (DCO) permite que os dispositivos se levante de modos de baixa potência para modo ativo em 3,5 μs (típico).
Os microcontroladores MSP430F5529, MSP430F5527, MSP430F5525 e MSP430F5521 integraram USB e PHY suportando USB 2.0, quatro temporizadores de 16 bits, um conversor analógico a digital (ADC) de alto desempenho de dois bits, duas interfaces de comunicação serial universais (USCI) , um multiplicador de hardware, DMA, um módulo de relógio em tempo real (RTC) com recursos de alarme e 63 pinos de E / S. Os microcontroladores MSP430F5528, MSP430F5526, MSP430F5524 e MSP430F5522 incluem todos esses periféricos, mas possuem 47 pinos de E / S.
Os microcontroladores MSP430F5519, MSP430F5517 e MSP430F5515 integraram USB e PHY suportando USB 2.0, quatro temporizadores de 16 bits, duas interfaces de comunicação serial universais (USCI), um multiplicador de hardware, DMA, um módulo RTC com capacidades de alarme e 63 I / O pinos. Os microcontroladores MSP430F5514 e MSP430FF5513 incluem todos esses periféricos, mas possuem 47 pinos de E / S.
As aplicações típicas incluem sistemas de sensores analógicos e digitais, registradores de dados e outros que requerem conectividade para vários hosts USB.

Aplicações

  • Sistemas de Sensores Analógicos e Digitais
  • Data Loggers
    – Fonte de referência interna de baixa freqüência (REFO)
    – Cristais de relógio de 32 kHz (XT1)
    – Cristais de alta frequência até 32 MHz (XT2)
  • Temporizador de 16 bits TA0, Timer_A com cinco
  • Capture / Compare Registros
  • Temporizador de 16 bits TA1, Timer_A com três
  • Capture / Compare Registros
  • Temporizador de 16 bits TA2, Timer_A com três
  • Capture / Compare Registros
  • Temporizador TB0 de 16 bits, Timer_B com sete capturas / Comparar
  • Registros de sombra
    • Duas interfaces de comunicação serial universal
      – USCI_A0 e USCI_A1 Cada suporte:
      •O UART aprimorado suporta a detecção automática de taxa de baudição
      • Encoder e decodificador IrDA
      • SPI síncrono
      – USCI_B0 e USCI_B1 Cada suporte:
      • I2C
      • SPI síncrono
  • Universal Serial Bus (USB) de velocidade total
    – USB-PHY integrado
    – Sistema de alimentação USB integrado de 3.3-V e 1.8-V
    – USB-PLL integrado
    – Oito pontos de entrada e oito pontos de saída
  • Conversor analógico-digital de 12 bits (ADC) (Somente MSP430F552x) Com Referência Interna, Exemplo-e-Espera e recurso Autoscan
  • Comparador
  • Multiplicador de hardware suporta operações de 32 bits
  • Programação em série, não é necessária nenhuma tensão de programação externa
  • DMA interno de três canais
  • Temporizador básico com recurso RTC
  • A Seção 3 resume os membros da família disponíveis
  • Para descrições completas do módulo, consulte o Guia do usuário da família MSP430x5xx e MSP430x6xx (SLAU208)

Características

  • Baixa faixa de tensão de alimentação: 3,6 V para baixo para 1,8 V
  • Ultra-baixo consumo de energia
    – Modo Ativo (AM):
  • Todos os Relógios do sistema ativos:
    – 290 μA / MHz a 8 MHz, 3,0 V, Execução do Programa Flash (Típico)
    – 150 μA / MHz a 8 MHz, 3,0 V, RAM Execução do Programa (Típico)
    – Modo de espera (LPM3):
  • Relógio em tempo real (RTC) com Crystal, Watchdog e Supervisor de suprimentos operacional, Retenção de RAM total, Despertador rápido:
    – 1,9 μA a 2,2 V, 2,1 μA a 3,0 V (Típico)
  • Oscilador de baixa potência (VLO), contador de finalidade geral, vigilante e Supervisor de suprimentos operacional, retenção de RAM total, aceleração rápida:
    – 1,4 μA a 3,0 V (típico)
    – Modo desligado (LPM4):
  • Retenção de RAM total, Supervisor de suprimentos operacional, rápido despertar:
    – 1,1 μA a 3,0 V (típico)
    – Modo de desligamento (LPM4.5):
  • 0,18 μA a 3,0 V (típico)
  • Wake Up from Standby Mode em 3.5 μs (típico)
  • Arquitetura RISC de 16 bits, memória estendida, até Relógio do sistema de 25 MHz
  • Sistema de gerenciamento de energia flexível
    – LDO totalmente integrado com tensão de alimentação de núcleo regulamentada programável
    – Supervisão de tensão de suprimento, Monitoramento e Brownout
  • Sistema de relógio unificado
    – Loção de controle FLL para estabilização de freqüência
    – Fonte de relógio interno de baixa freqüência de baixa potência (VLO)

 Data Sheet

Microcontrolador-texas-DataSheet
 Microcontrolador-DataSheet-especificacao

Para Mais Informações

Referências

  1. http://www.ti.com/product/MSP430F5528/technicaldocuments
  2. http://www.ti.com/lit/ds/symlink/msp430f5528.pdf

Geracao energia fotovoltaica

Geracao energia fotovoltaica

A geração de energia distribuída, que é aquela gerada pelo próprio consumidor, atingiu o número de 20.992 conexões no Brasil, de acordo com dados da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica). Classificadas como micro e minigeração, as usinas somam capacidade de 248,2 MW e alimentam 30.208 unidades consumidoras. Em Mato Grosso do Sul, são 418 conexões.

Consumidores residenciais ainda são os responsáveis pela maior parte das conexões, representando 58,71% do total, seguidos da classe comercial, com 35,25 das instalações. No Estado, a participação do consumo residencial é ainda maior, com 80,6% das ligações; o comércio tem 13,4%.

A energia solar fotovoltaica é utilizada por 99,2% das conexões, sendo 20.827 do total. O restante utiliza termelétricas a biomassa ou biogás, pequenas centrais hidrelétricas e usinas eólicas. Em Mato Grosso do Sul, entre as 418 usinas geradoras, apenas 1 é uma pequena central hidrelétrica instalada em consumidor rural.

Entre os estados com maior número de ligações, Minas Gerais permanece na primeira colocação(4.484), seguido de São Paulo (4.038) e Rio Grande do Sul (2.497). Mato Grosso do Sul ocupa a 11ª posição do ranking, logo depois de Goiás.

Geração distribuída

De acordo com a Aneel, a geração de energia pelos próprios consumidores tornou-se possível a partir da Resolução Normativa ANEEL nº 482/2012, que estabelece as condições gerais para o acesso de micro e minigeração aos sistemas de distribuição de energia elétrica. O documento também cria o sistema de compensação de energia elétrica, que permite ao consumidor instalar pequenos geradores em sua unidade consumidora e trocar energia com a distribuidora local.

A resolução autoriza o uso de qualquer fonte renovável, além da cogeração qualificada, denominando-se microgeração distribuída a central geradora com potência instalada de até 75 quilowatts (kW) e minigeração distribuída – aquela com potência acima de 75 kW e menor ou igual a 5 MW, conectadas à rede de distribuição por meio de instalações de unidades consumidoras.

JRsolar

Tendo em vista os valores dos equipamento e o custo total do sistema fotovoltaico para ser instalado em uma residência, o melhor caminho para construir o seu próprio sistema, é pesquisando os materiais em lojas e principalmente na internet, e ainda verificando o projeto fotovoltaico com a JRsolar, que atualmente é referência em elaboração de projetos fotovoltaicos para todo o brasil e tem se mantido no mercado com o melhor preço para elaboração de projetos fotovoltaicos. Segue o link para dar uma conferida:

Projeto Fotovoltaico: JRsolar

Referência:

  1. Midiamax.com.br
  2. JRsolar

Normas da Copel para Projetos e Execução de Obra

Projetos e Execução de Obra

Para fins de projeto, análise, utilização e inspeção de redes subterrâneas em questão, este manual adota como base algumas normas, bem como as normas nelas citadas. Incluem, mas não se limitam somente a:

ABNT-NBR-14039 – Instalações Elétricas de Alta Tensão.
ABNT-NBR-5410 – Instalações Elétricas de Baixa Tensão.
ABNT-NBR-9511 – Cabos Elétricos – Raios Mínimos de Curvatura
ABNT-NBR-14787 – Espaços Confinados: Prevenção de Acidentes
ABNT-NBR-10068 – Folha de Desenho – Lay-out e dimensões

NR 10 – Segurança em Instalações e Serviços em Eletricidade
NR 17 – Ergonomia
NR 15 – Atividades e Operações Insalubres
NR 33 – Segurança e Saúde nos Trabalhos em Espaços Confinados
NR 16 – Atividades e Operações Perigosas
NTC 810000/820000 – Materiais,
NTC 831001 – Projeto de Redes de Distribuição Rural
NTC 841050 – Projeto de Iluminação Pública
NTC 841001 – Projeto de Redes de Distribuição Urbana
NTC 841005 – Desenho de Projetos de Redes de Distribuição
NTC 841100 – Projeto de Redes de Distribuição Compacta Protegida
NTC 841200 – Projeto de Redes de Distribuição Secundária Isolada
NTC 848500/688 – Montagem de Rede de Iluminação Pública
NTC 850001 – Dimensionamento de Estruturas
NTC 855000/190 – Montagem de Redes de Distribuição Compacta Protegida
NTC 855210/324 – Montagem de Rede de Distribuição Secundária Isolada
NTC 856000/830 – Montagem de Redes de Distribuição AéreaNTC 857000/094 – Estruturas de Redes para Atendimento a Edifícios de Uso Coletivo
NTC 858000/156 – Montagem de Equipamentos Especiais
NTC 9000100 – Projetos de Entrada de Serviço – Critérios de apresentação
NTC 901110 – Atendimento a Edificações de Uso Coletivo
NTC 901100 – Fornecimento em Tensão Secundária de Distribuição
NTC 903100 – Fornecimento em Tensão Primária de Distribuição
NTC 901115 – Atendimento a praças públicas
NTC 163614 – Fornecimento Provisório
NTC 900600 – Instrução para cálculo de demanda em edifícios de uso coletivo
NTC 910020 – Transformadores de Distribuição – uso particular
NTC 910100 – Caixas de medição – Centro de medição modulado – metálicos
NTC 917015 – Terminais de compressão maciços para condutores flexíveis
NTC 917010 – Eletrodutos de aço carbono
NTC 930020 – Agrupamento de unidades consumidoras – Caixas de material polimérico
NTC 902201 – Ligações Especiais – Atendimento aos armários concentradores de operadoras de telefonia.
NTC 902202 – Ligações Especiais – Atendimento a vendedores ambulantes e assemelhados
NTC 902203 – Ligações Especiais – Atendimento a operadoras de TV a cabo, telecomunicações e assemelhados

MIT 163101 – Procedimentos para Execução de Obras,
MIT 163105 – Manutenção e Pequenas Extensões de RD subterrânea,
MIT 163108 – Atividades de Construção de Redes
MIT 163112 – Procedimentos de Cadastramento de Empreiteiras, NAC 030406 – Avaliação Técnica de Empreiteiras.
MIT 163802 – Montagem de Acessórios Desconectáveis para Cabos Isolados 15 kV
MIT 163803 – Projeto e Construção de Rede primária subterrânea 15 kV
MIT 163804 – Projeto e Construção de Rede secundária subterrânea
MIT 163805 – Critérios pára elaboração de projetos de rede subterrânea em condomínios e loteamentos horizontais
MIT 163806 – Programa e Permissão de Entrada em Espaços Confinados nas Redes Subterrâneas de Distribuição de Energia
MIT 163104 – Aterramento em redes de distribuição